A Melodia Ácida de Joan Miró

15 Jan

O Café do Porto recebe a partir desta terça-feira (17.01) mais uma importante coleção de arte, com entrada franca e aberta ao público, a exposição é resultado de uma parceria entre Antic & Modern e o Café do Porto que vem rendendo frutos lucrativos para a cena artística da capital.

As 14 litografias originais de Joan Miró pertencem a série “A Melodia Ácida”. Todas são assinadas, numeradas e catalogadas.

Esta série foi editada no ano de 1980 e é inspirada nos textos do crítico de arte e poeta Patrick Waldberg, que, além de admirador, foi um grande estudioso da obra gráfica de Miró e de outros artistas surrealistas. Desde suas primeiras criações gráficas, Miró se dedicou à ilustração de textos poéticos e narrativos, de escritores como Pablo Neruda, Robert Desnos, Joan Brossa e Alain Joffroy.

Nas imagens, Miró cria um fantástico jogo de cores e formas, que na concepção do artista dançam ao ritmo de uma música imaginaria, com toques surrealistas. Segundo ele, “as obras bailavam ao som ácido de uma melodia”, o que inspirou o título da série.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: